domingo, 17 de outubro de 2010

TopTop mangás assustadores - Terror & Horror

Oêê galerinha! Como eu disse anteriormente no artigo dos personagens mais mais aterrorizantes na minha opnão, é epoca de halloween sempre desperta uma certa vontade de ler ou assistir algo mais sombrio ou aterrorizante (se bem que ultimamente é dificil encontrar algo realmente aterrorizante, tirando os games claro). Fiquei na dúvida se valeria ou não fazer mais uma matéria sobre o tema, mas como a anterior rendeu otimo número de acessos, deixei a preguiça de lado e resolvi fazer mais uma listinha pessoal e tendenciosa, mas dessa vez de mangás, e talvez termino semana que vem essa sessão halloween com uma lista de animes pertubadores. Todos os mangás aqui indicados, foram lidos por mim e valem á pena ser lidos claro que levando em consideração o gosto pessoal de cada um. Let's go!



01-Uzumaki (うずまき) ou Uzumaki - A espiral do horror

Definição: Brinca com um dos maiores medos do ser humano: o desconhecido. Não vá ficar paranóico.
Classificação: +14
Estrelas: 

Mangaka: Junji Ito
Volumes: 3
Ano: 1998
Editora:  Shogakukan
Publicação:  Big Comic Spirits
Gênero: Terror / Horror


Antes de mais nada, me permitam deixar aqui uma brilhante observação do André, do Sake com Sal: "Ah, o horror, gênero amado por Hollywood, adorado por Stephen King e melhor amigo dos game producers. Mas existe manga de horror bom mesmo? Com bom eu quero dizer manga que faz você morrer de medo, mas não conseguir parar de ler. Há algum tempo eu vinha procurando alguma coisa que me assustasse mesmo e recentemente cheguei à resposta: Uzumaki."


Obra prima dos quadrinhos de terror, Uzumaki conta a história de uma cidade assombrada - não por um fantasma ou demônio, mas por um padrão geométrico que domina a mente de seus habitantes.


Em Kurouzu-Cho, uma pequena cidade costeira do Japão, tudo parecia normal até alguns de seus habitantes começarem a ter comportamentos muito estranhos, ligados à obsessão pela forma espiral. Kirie Goshima vê o pai de seu namorado hipnotizado por uma casca de caracol. A cidade inteira parece contaminada por espirais. Pessoas obcecadas colecionam objetos com essa forma e chegam a contorcer o próprio corpo, até atingir um terrível fim.


Uzumaki, que recebeu o subtítulo "A espiral do horror" quando foi lançado aqui no Brasil pela falecida Conrad em 2006, é a obra máxima de Ito, famosa e premiada em todo o mundo. A história é narrada pela simpatica e carismatica Kirie Goshima, aliás, Ito parece ter o dom de fazer personagens femininas extremamente encantadoras, sejam elas criaturas sinistras ou humanas normais, como é o caso da protagonista Kirie. Ela mora na cidade costeira de Kurozu-cho e junto com o seu namorado Shuichi Saito, se vêem ás voltas com estranhos acontecimentos. Acontecimentos esses que influenciam os moradores, os deixando psicoticos. Mas esses tais acontecimentos não são vampiros, fantasmas ou quaisquer coisa do tipo e sim uma forma geométrica, precisamente uma espiral que como o subtítulo deixa claro, causa horror nos moradores da cidade. Como meu objetivo aqui não é fazer uma resenha detalhada, não vou comentar os eventos e tal. Uzumaki não está no primeiro lugar por acaso, se trata de um hit dos mangás, super conhecido pelos fanboys da arte de aterrorizar. Suspence, terror, horror e uma pitada de drama estão presentes nessa obra.


Uzumaki foi adaptado para o cinema, em um filme de mesmo nome e que foi lançado em 2000 e é bem fiel á obra de Itou mas não chega á ser tão assustador quanto o mangá. Ao contrário, é bem hilário, como quase todos os filmes de terror B, mas que vale á pena dar uma olhadinha caso tenha a oportunidade, se trata de um filme que é considerado inovador, mesmo sendo um filme de terror japonês.



Trailer do filme



02-Tokyo Akazukin ou Tokyo Red Hood (東京赤ずきん)

Definição: Pertubador em todos sentindos, contra indicado para pessoas senssiveis.
Classificação: +18
Estrelas: 

Mangaka: Tamaoki Benkio
Volumes: 4
Ano: 2004-2007
Editora: Gentosha
Publicação: Birz Comics
Gênero: Ação, Sobrenatural, Terror, Lolicon, Ero-gure

Em Tóquio, existe um mundo cheio de terríveis criaturas. Vivendo entre eles, sem memória de quem é ou de onde veio, está Akazukin (Chapeuzinho Vermelho), uma pequena e estranha garota com um desejo ainda mais estranho: Ser devorada pelo Sr. lobo. Mas existem aqueles que por alguma razão farão de tudo para impedir que isso aconteça.

Você que leu e assistiu Elfen Lied, deve achar que já viu de tudo nesse vida ein? Bem, alguns com certeza já viram, mas se você é daqueles que assistiram Elfen e sentiram um repulsa enorme devido as cenas de violências e acha que não existe nada que supera aquilo, leia Akazukin. Mas antes se prepare pra realmente se sentir desconfortavel diante de tanto gore, pedofilia e sadismo. Sim, pedofilia, Akazukin tem apenas 11 anos e já faz sexo como gente grande e não só faz, como também adora, tanto que é insaciável e em termos atuais, eu definiria ela como uma ninfomaníaca. Achou pouco? Ela masoquista, e não confundam masoquista com sadomasoquismo. Creio que pessoas menos senssiveis, provavelmente não se abalarão, o que não é o meu caso, me senti realmente desconfortavel diante de cenas onde Akazukin era torturada, decapitada e o diabo á quatro, sem contar nas cenas onde ela se envolve sexualmente com velhos pevertidos e afins. Tá, você deve estar pensando; "isto não é terror, é gore puro, um horror genuino". Digo que você não está completamente errado de pensar, mas eu digo que você, que ainda conserva um pouco de humanismo nesse coração que bate no peito, vai se sentir um pouco aterrorizado sim, eu fico imaginando um anime de Akazukin, não seria perfeito?

Leiam o mangá sabendo do seu alto teor de violência, que foi feito por e para pessoas "meio" pertubadas, mesmo que não se revelem e fiquem escondidos no armario. Bem, se você quer ler algo mais "hardcore" e pertubador mas sem tanto drama e com uma história interessante de fundo, é uma otima pedida. São apenas 4 volumes, o que não deixa a leitura desgastante demais, eu mesma li tudinho em apenas um dia. O mangá não está licenciado no Brasil, mas também, pensem só na polêmica que seria. Ele está sendo traduzido para português pelo scanlator Jikai, que é excelente e atualmente se encontram no capitulo 16, na versão gringa ele ja se encontra todo traduzido.






03-Battle Royale (バトル・ロワイアル) 

Definição: Relacionamento humano elevado ao extremo em um jogo aterrorizante e macabro.
Classificação: +18
Estrelas: 




Mangaka:Koushun Takami (história), Masayuki Taguchi (arte)
Volumes: 15
Ano: 2000-2006
Editora: Akita Shoten
Publicação: Young Champion Magazine
Gênero: Ação, Horror, Drama, Thriller

Uma ilha deserta, um grupo de adolescentes, um programa de TV patrocinado pelo governo japonês, um único objetivo: matar uns aos outros até que sobreviva apenas um dos adolescentes.
Todos as escolas japonesas participam desse mortal e secreto sorteio promovido pelo governo, e se depois de um determinado tempo houver mais de um sobrevivente, todos são mortos. Cada garoto recebe um artefato aleatório que pode ajudá-lo na carnificina: uma pistola, uma foice, um colete à prova de balas, um radar ou mesmo uma tampa de panela.

As regras são simples: apenas um pode sobreviver; todos os estudantes têm uma ração de comida, uma arma e um mapa da ilha; todos os estudantes usarão um colar explosivo que pode monitorá-los pela ilha; todos os estudantes são livres para se movimentarem pela ilha, exceto nas ´zonas de risco´, que podem mudar de lugar regularmente; se existir mais de um sobrevivente até o fim da partida, todos os colares explosivos explodirão.

Os conflitos em Battle Royale não se resumem às batalhas e assassinatos, mas também a questões afetivas e éticas - namorado contra namorada, amigo de infância contra amigo de infância, e a pergunta mais necessária: o quão longe você iria para garantir a própria vida?

Tanto a versão em mangá quanto a versão cinematográfica de Battle Royale foram extremamente polêmicas no Japão pela sua violência explícita. Mas BR é mais que isso: uma história sobre dúvidas e certezas, onde as escolhas estão além do bem ou do mal.

É um livro de Koushun Takami e foi publicado no Japão em abril de 1999 e rapidamente se tornou um dos mais vendidos no país. O livro ganou uma adaptação para o cinema em um filme que se tornou tão popular quanto o livro, tanto que ganhou até uma continuação; Batoru rowaiaru 2: Chinkonka / Battle Royale II. No Brasil o filme ganhou o nome de Batalha Real e foi lançado em 2007. O livro ganharia ainda mais uma adaptação, dessa vez para o mundo dos mangás.

E é do mangá que vou falar aqui. É muito dificil aguém que curte o genêro terror/horror e drama e não conheça Batle Royale (alôuu, em que planeta você esteve?). De qualquer forma, se não conhecia, fico feliz que tenha oportunidade de conhecer tão importante e maravilhosa obra através de mim. É um mangá que tem um hype enorme em toda a web e se não fosse a crise no mercado japonês nessa decada de 2000, possivelmente teriamos um anime também ( uma vez que o mangá já esteja finalizado, não há motivo pra fazer propagando com um anime e além do fato de ser um material que não da pra fazer cacarecos e enfiar nos otakus e nem tão pouco nas criançinhas, a tematica é adulta).

Sabe o Big Brother? O No Limite? O Alta Tensão? Esqueça todos, se você não sabe, não esta perdendo nada em não saber, mas o que tem em comum algo tão excepcional como Battle Royale e os famijerados e toscos reality shows da Globo? Isso mesmo, o fato de ser um reality show. Coloque um grupo de estudantes em uma ilha e diga á eles para matarem uns aos outros, dê lhe armas, coloque medo e os deixe como passaros em uma gaiola que você terá a chance de presenciar a verdadeira face do ser humano.

Os detalhes da história, só conferindo o mangá ou lendo alguma resenha, eu indico esta aqui feita de forma bem elaborada e explicativa pela Beatriz Paz (as resenhas dela são sempre otimas). Não é um mangá que cai bem na categoria terror, pois a premissa do terror em sí é "tentar" fazer o expectador sentir medo (coisa que pouquissimas obras conseguem, mas é sempre divertido assistir ou ler terror hahaha), mas digo que é uma trama macabra, onde o horror domina e se quem lê dificilmente irá sentir medo, não podemos dizer o mesmo dos personagens. E mesmo que você não sinta medo, vai ser dificil esquecer Battle Royale. Otimo drama, otimo horror, com um alto grau de violência e sangue, aviso que pessoas que vivem em um mundo cor de rosa, dificilmente irão gostar. Leia o primeiro volume e só consiguirá parar no último capitulo.

O mangá foi lançado no Brasil pela finada Conrad, mas é possivel encontrar no Google tanto em inglês como em português.

Cenas do filme



04-Jisatsu Circle ou Clube do Suicídio (自殺サークル)
Definição: Conta uma história de terror bem básica, agregada ao suspense.
Classificação: +18
Estrelas: 


Mangaka: Usamaru Furuya
Volumes: 1
Ano: 2002
Publicação: Mangá Erotics F (Ohta Shuppan)
Gênero: Horror, drama

Um grupo de garotas se suicida ao se jogarem na frente de um trem cheio de pessoas, rindo e papeando como se nada tivesse acontecido. Aí começa a trágica e chocante história do "Clube do Suícidio", onde Saya foi a única pessoa a sobreviver sem ficar machucada nesse suícidio em massa.

O própio titulo do mangá já da uma ideia do que se trata a trama, suicidio. Baseado no filme homônimo de Sion Sono (o filme é também conhecido com o nome que ganhou nos EUA, Suicide Club). Esse é um mangá pertubador (okay, á mim não pertubou tanto, estou em um nivel superior HOHOHO) e inquietante, embora o mangá começe com a pertubadora cena de abertura do filme, ele segue um caminho diferente (por sugestão de Sion, que pediu á Usumaru que fizesse uma história própia). Não estou aqui pra falar sobre o filme, mas tenho que ressaltar á vocês que ele é infinitamente mais pertubador que o mangá. A trama retrata a vida de Saya, uma garota que não pode contar com o apoio da familia e que tem uma grande amiga, mas esse amiga não consegue entende-la (pelo menos á tempo) e conseguentemente ajuda-la,a trama é um drama pesado (sim, pois ele retrata uma triste realidade) com uma história de crueldade e intensa depressão.

"Você pode se relacionar com você mesmo?"

Essa é uma frase frequentemente usada e que tem um significado bem forte e abstrato, que creio, poucos intenderão. "você sabe quem é você? Você sabe quem você é? Existe ainda uma razão para você estar aqui?" São perguntas feitas no mangá, mas que só você poderá dar uma resposta, podemos notar que o mangá também chupa um pouco da fonte do existencialismo. É um mangá depressivo, retratando a vida de uma adolecente que se perdeu, por culpa dos amigos, falta de apoio familiar, como tantos outros Já notaram que ao contrario de Akazukin, a trama aqui é bem forte e cai de cabeça no drama. Se prepare para ver mutilação (nas partes em que Saya começa á se cortar com gilete), nudez e pedofilia. Eu simplesmente me senti enojada quando Saya começou á vender o própio corpo, se você ainda é um pouco "normal", como eu também sentirá uma certa inquietação. Há, falei mais até do que pretendia, afinal esse mangá não está entre os melhores que já li. Dica: quer mesmo entrar no clima do mangá? Ouça a música Clarisse da Legião Urbana, mas eu sinceramente não recomendo. Depressivo demais. O mangá não se encontra licenciado no Brasil e você pode baixa-lo traduzido em português em alguns sites.


"Todos imaginam como é a morte....Mas para pessoas que as vidas são muito mais piores....para nós, a morte é felicidade"


Cenas do Filme - Pense antes de apertar o play se você sente "nojinho" de sangue.




05-Tomie (富 江)
Definição: Sabe aqueles filmes de terror/suspence de Alfred Hitchcock? Então. É assim que defino Tomie.
Classificação: +16
Estrelas: 


Mangaka: Junji Itou
Volumes: 3
Ano: 1987
Editora: Asahi Sonorama 
Publicação: Gekkan Halloween (Asahi Sonorama) 
Nemuki (Asahi Sonorama) 
Gênero: Horror, Drama, Josei, Supernatural

Tomie foi publicada em Gekkan Halloween, uma revista shoujo mangá de horror (A revista já é extinta).
Há um terceiro volume de Tomie chamado "Tomie:Mais uma vez" que foi incluída em uma nova reedição da versão original.

Todo homem que encontra Tomie torna-se obcecado por ela, enventualmente acabam matando-a e a decapitando. Mas Tomie não é humana e sempre renasce...
São contos bastante pertubadores sobre uma colegial chamada Tomie, que pode ser vista como a encarnação viva da lúxuria e carrega consigo todo tipo de emoções negativas. Fria e manipuladora, faz com que todos os homems fiquem loucamente apaixonados por ela, á pontos de realizar qualquer pedido seu, estes ficam agressivamente ciúmentos e matam uns ao outros para ter sua atenção exclusiva e no climax da psicose e paranoia, á matam brutalmente. 

Tomie é um mangá escrito e ilustrado por Junji Itou, que para quem ainda não sabe, é o criador do cultuado Uzumaki, que foi lançado por aqui. O cara é simplesmente um gênio dos mangás de terror e suas obras são bem conhecidas, entre elas, Gyo que é tão cultuado quando Uzumaki. Ele também chegou á ganhar um prêmio por este mangá.

O mangá começa com uma arte bem pobre, o traço do inicio é realmente ruin e enredo não é lá essas coisas, mas precisamos levar em conta que é um mangá antigo e Junji Itou ainda estava melhorando seu traço. O que de fato fica evidente nos capitulos seguintes, tanto arte como roteiro, dão uma guinada e evolui de uma forma fantastica. Não tem como ver a Tomie desenhada e não á achar maravilhosa. A trama segue bem a cartilha do terror que deixaria no chinelo qualquer filme daqueles trash que passavam á tarde no Sbt antigamente. O mangá é cheio de imagens impactantes e á medida que você vai avançando mais na história, é dificil não sentir uma certa empatia com a Tamie,a trama vai se desenvolvendo de forma saborosamente lenta e instigante. Se nos primeiros capitulos você fica meio perdido, nos seguintes você começa a entender o que é a Tomie e no ultimo capitulo você terá de certa forma, a resposta de tudo ou origem dos fatos....No segundo volume, os capitulos vão se desenvolvendo de forma episódica, cada uma contando uma história diferente, mas sempre com a presença marcante de Tamie. Se você procura um bom mangá de terror, recomendo dar uma chance á "Tomie".  O mangá foi adaptado para filme, mas parece que o resultado foi bem tosco, bem, isso não me causa espanto, me diga ai 10 filmes de terror da decada de 80 que não seja tosco (não que eu não curte...pelo contrário). O mangá se encontra disponivel para download no scanlator Chrono e não chegou á ser publicado no Brasil.


Cenas do filme Tomie


06-Higanbana no Saku Yoru ni

Definição: Parente bem próximo de Higurashi No Naku Koro Ni e Umineko No Naku Koro ni
Classificação: +18
Estrelas: 

Autor: Ryukishi 07 (história), Tsunohazu Ichiro (arte)
Volumes: 03 capitulos (em curso)
Ano: 2010
Editora: Fujimi Shobo
Publicação: Dragon Age
Gênero: Drama/ Horror/ Sobrenatural / Psicologico / Shounen

Marie está presa em uma situação horrivel. Ela esta sendo constantemente atormentada por seus colegas e regularmente molestada por seu professor. Com não encontra ninguém onde possa se apoiar, ela pede ajuda ao sobrenatural, especificamente á um dos sete demônios dos sete mistérios da escola. Tudo que ela deseja é a morte cruel de seus colegas e professores. Até onde Marie esta disposta á ir para dar fim ao inferno que vive?


 Assim como Elfen Lied, Hellsing, Fran Franken, HNNKN, Akazukin, seu teor chega á ser meio doentio as vezes. Essa é uma das melhores obras de horror, psico -e hardcore- que já li - assisti - e tem tudo pra ficar melhor. Atualmente tem apenas 3 capitulos lançados e mesmo assim com tão poucos já é dificil deixar Higanbana de fora de qualquer lista de horror, terror ou psico. Ryukishi é conhecido pelo público que curte histórias sombrias e violentas pelo anime Higurashi No Naku Koro Ni, Umineko e recentemente Ookami Kakushi (que foi alvo de criticas negativas por parte dos fãs latinos). Se muitos se decepcionaram com a abordagem diferente em Umineko (só quem assistiu o anime que não dá nada para Umineko, o mangá é foda) ou se frustraram com a péssima adaptação que a Deen fez com Ookami Kakushi, se derem uma chance para Higanbana vão definitivamente se render ao talento do troll Ryukishi 07. Mangá não recomendado para crianãs, gestantes e velhos HOHOHO. Muitos que lêem esse mangá pela primeira vez e o acham parecido com um doujin hentai, ficam perplexo em como a história evolui nos capítulos seguintes, mas eu não pretendo dar detalhes do enredo, pelo menos não neste post, mas é provável que eu volte á falar do mangá, principalmente se ele virar anime (sonha). Ainda não existe capítulos traduzidos para o português, mas é apenas questão de tempo.



07- Lovesick Dead, Shibito no Kowa Zurai, Undying Love, (死びとの恋わずらい)
Definição: Instigante e com uma personagem tão perturbada que devido que alguém consiga não rir. 
Classificação: +16
Estrelas: 

Mangaka: Junji Ito
Volumes: 1 (4 capitulos)
Ano: 1987
Editora: Asahi Shimbun, Asahi Sonorama 
Publicação: Hontou ni Atta Kowai Hanashi (Asahi Shimbun) 
Gênero: Drama/ Horror/ Sobrenatural / Psicologico / Seinen

E aqui está mais uma obra feita por Junji Ito, autor que me despertou um grande fascínio, tanto que estou lendo todas as obras que ainda não conhecia. Lovesick Dead ou Amor Eterno é uma one-shote que foi lançada em coletânia de contos do autor.

A trama fala sobre um adolescente que volta para sua antiga cidade natal, uma cidade com clima nebuloso (que lembra muito o periodo pós-punk na Inglaterra) onde todos os seus habitantes estão obcecados com um estranho jogo chamado "cruzamento da adivinhação". As mulheres parecem ser as maiores vitimas das adivinhações feita por uma misteriosa pessoa, ao qual corre um boato que dizem se tratar de um rapaz belissimo.

Dependência e obsessão humana é novamente o tema visto nesse mangá, caracteristica que, para alguém que já leu mais de duas obras do Junji Ito, percebem logo de cara. A trama é instigante e original, dessa vez ele retratou o terror de uma forma mais cult e menos bizarra. Só tem 4 capitulos e serve perfeitamente para quem não quer passar o mês do halloween sem ter visto nada mais "assustador". Eu li essa mangá ontem e em menos de uma hora, realmente é a trama nos prende e nos leva á acompanhar o pertubado Ryusuke e sua tentativa de reparar um mal causado á um tempo atrás, quando os personagens se perdem no nevoeiro da cidade, é quando tudo fica mais interessante. Exite dois capitulos traduzido para a nossa a lingua "aqui".

Se você gostou de Uzumaki, provavelmente vai adorar este mangá. Enguanto Uzumaki lida com a obsessão, abordando varios personagens, Lovesick Dead tende á ser mais intimista e mostra os acontecimentos do angulo do protagonista, mesmo sendo perceptivel a obsessão dos outros personagens. Apesar que o final deixar um pouco á desejar (dependendo do posto de vista e é algo comum em toda obra de terror), Ito nos dá o suficiente durante a história para que nos sentimos amarrados na trama mistériosa que vai evoluindo de forma interessante até o seu triste final. Assim como muitas de suas obras, Lovesick Dead ganhou uma adaptação cinematográfica e teve boas criticas.

O filme


08-Zashiki Onna  (座敷女)

Definição: Arrepiante! Assustador
Classificação: +12
Estrelas: 

Mangaka: Mochizuki Minetaro
Volumes: 1 (11 capitulos)
Ano: 1993
Editora: Kodansha
Publicação: Young Magazine 
Gênero: Horror / Seinen

Em uma noite, o estudante universitário Hiroshi Mori,  vê uma mulher batendo na porta do seu visinho, era uma mulher alta que carregava uma mala, ela era realmente assustadora e tinha um cabelo comprido. Ele nunca á tinha visto antes. Mas então, a mulher começa á perseguir Hiroshi, direcionando a ele toda a atenção que parecia estar focada no vizinho. Quem é essa mulher e o que ela quer?

Originalmente publicado em 1993,  o termo "stalker" não existia no vocabulário japonês, o título é um sucesso de vendas e é constantemente escolhido como o mangá mais assustador já publicado e estima-se que suas vendagens ultrapassam a casa das 400.000 cópias.

Há, a arte é pobre, mas a história é muito boa e levando em conta que só tem 11 capítulos, vale muito á pena dar uma conferida. Você será levado pelo suspence e pela trama assustadora, a personagem título, é assustadora e a arte d Mochizuki coopera bastante pra ficarmos com a pior impressão possível dela. Como todo filme/mangá de terror, termina de uma forma que não parece ser realmente o fim. Existe o mangá completinho traduzido em português pela equipe do Chrono, dê uma olhada aqui, caso se interesse.



"Acha que cortar o seu própio corpo dói? E com uma navalha, o corte precisa ser forte e profundo--Porque as atérias são incrivelmente duras! Machucar seu própio corpo desse jeito--acha que doi? Não, o sangue que escorria acalmava ela."





09-Dark Metrô (ダーク メトロ)
Definição: Se você não tem medo de sangue, violência, ou da sua própria imaginação, boa leitura.
Classificação: +16
Estrelas: 


Mangaka: Tokyo Calen (história), Yoshiken (ilustração)
Volumes: 3
Ano: 2008
Editora: Tokyopop
Gênero: Horror/ Sobrenatural


Dark Metrô conta a história de Seiya Yomi, um misterioso homem que, após sua trágica morte, recebeu o dever de salvar os inocentes passageiros das tenebrosas linhas de metrô da cidade de Tóquio. Quando os portões dos terminais são fechados, os mortos passam a perambular pelas sombras, prontos para trazer a desgraça aos vivos – e levá-lo ao seu mundo de trevas. O papel de Yomi é escolher quem merece morrer nas mãos de seus rancorosos algozes – e quem merece uma segunda chance.

O mais assustador talvez não seja o sobrenatural, mas a própria perversidade humana. A cada novo capítulo somos apresentados a diferentes pessoas, com vícios, histórias pessoais e até mesmo virtudes que as credenciarão a vítimas dos seres abismais que perambulam pelo mundo dos mortos.

O mangá é de autoria de Tokyo Calen e ilustrado por Yoshiken, foi lançado pela Tokyopop e por esse motivo, tem muita gente que acha não se tratar de um mangá genuino e sim um OEL (quadrinho com arte bem similar á do mangá e que é produzido fora do Japão. Exemplo: Turma da Mônica Jovem). Mas o fato de ter sido lançado pela TokyoPop que tem sede nos EUA, pode se dizer que não é um mangá imitação, uma vez que ele foi lançado primeiramente no Japão. O mangá tem otimas critícas pela web e a arte é maravilhosa, sério. Principalmente por se tratar de um mangá do gênero terror, em que a maioria das obras tem um traço bem..."peculiar". Já li por ai gente comparando o traço com o de Death Note e realmente lembra muito. Geralmente, as histórias do mangá são em curta, episódicas sabe, algo bem comum na maioria dos mangás desse gênero. Consegue ser assustador e o suspence domina na maioria dos capitulos, fazendo uma ressalva que, poderiam ter prolongando um pouco mais o clima de suspense e a angonia das vitimas. Mangá foi lançado aqui pela NewPop, que fez uma otíma edição, então nem perguntem onde tem pra baixar porque sinceramente nem faço idéia.





10-Gyo (ギョ)

Definição: Dorgas mano, esse mangá é muito dorgado. Se prepare para o clima de terror.
Classificação: +14
Estrelas: 

Mangaka: Junji Ito
Volumes: 2
Ano: 2001
Editora: Big Comic Spirits 
Publicação: Shogakukan
Gênero: Horror, Drama, Psicológico 


Há algo de pobre em Okinawa...o fedor de morte paira sobre a ilha...O que é isso? Um peixe estranho, com pernas, começam á aparecer em cena....assim começa a espiral do horror para Tadashi e Kaori.

Aqui temos mais um mangá de Junji Ito, o cara realmente manda muito bem, mas tenho que dizer que ele devia ta muito, mas muito dorgado quando bolou a história desse mangá. Gyo: O Fedor da Morte (tudo á ver), foi lançado aqui no Brasil pela Conrad e não sei
dizer se foi sucesso ou não, mas o mangá é bem conhecido. Tá certo que não Gyo não é tão assustador assim, mas é emocionante, divertido e pertubador, só poderia ter saido da perveça imaginação de Ito. Você conhece bem as histórias de zumbis certo? Okay! Vamos dizer que Gyo tem muito do que as histórias de zumbis abordam, que é o pânico generalizado e aquele clima apocalystico, certo? Okay, mas ao invês de zumbis, que tão se trocassemos por peixes voadores, baleias que correm atrás de suas vítimas em plena cidade e um fedor desgrado? Okay, já temos ai uma otima trama certo? Claro, mas não fica por ai, mas também não vou revelar todo enredo aqui, mas tenho que dizer que é um mangá bizarro. Não é bizarro no sentindo de ser ruim, me entendem? Bizarro no melhor sentido da palavra, este é um mangá completamente dorgado velho, assim como eu, eu tenho certeza que você irá se divertir muito lendo página por página. Não é um mangá pra assustar e sim pra enterter e é interessante ver como Ito brincou com a trama o tempo todo, por mais que o mangá que tenha uma trama surreal que incapaz de assustar uma criançinha de 10 anos de idade, você simplesmente não consegue parar de ler, você quer saber o que vem á seguir, como ficarão seus personagens preferidos e o motivo de tudo aquilo estar acontecendo. Eu sinceramente queria que, H.O.T.D se influênciasse um pouco com a trama de Gyo, o clima de destruição de desolação abordada na trama é muito bom, passa uma emoção sincera.

Acabei falando muito desse ein, mas realmente eu me amarrei na história e só o deixo por último por não ser tão aterrorizante assim. Muitos podem achar a Kaori uma chata que só sabe reclamar do mal cheiro á todo instante, mas de todas as personagens de Ito, ela foi a que mais gostei, juntamente com a Tomie. Gosto de personagens cheias de defeito, só faltou mesmo um personagem do sexo masculino com essas caracteristica, todos são tão bonzinhos...Caso se interessem, a Chrono tem o mangá traduzido, mas não sei se ainda existem exemplares para serem vendidos.



***

E aqui termina minha lista de mangás horropilantes, notem que todos estão muito bem pontuados e não coloquei no titulo "os melhores mangás", sem dúvida esses aqui estão entre os melhores, mas seria injustiça dizer que são os melhores, teve muitos que são otimos e ficaram de fora, clássicos inclusive. O critério usado para listar cada foi, foi simplesmente eu ter gostado ou não hehehe, mas espero que alguém se identifique com a lista. E pra quem sentiu falta de Higurashi, só não consta por eu não ter lido o mangá ainda.


46 comentários :

Wellington disse...

huahauhauah exelente post axo que vou ler uns 4 ou 5 da lista me interessei bastante,alem do medo q vou ter \O/

Wellington disse...

mas serio,to com um puta medo da akazukin,deus do ceu quem é nao seria a melhor questao mas, o que é essa menina,cara ela uma versao totalmente distorcida de tudo q eu ja vi deos me levre D=,esse ai é muito TENSO

Jhon Almeida disse...

Hoho, fala sério Roberta, assim vou ficando sem palavras pra elogiar os posts de vcs aqui. Mal me recupero do brilhante post dos personagens, e 1 semana depois vc já manda dos mangás, só tenho que dizer uma palavra, S E N S A C I O N A L!!! Bom vamos aos cometários:
Hoje em dia não consigo achar obras que realmente me assustem, na real sou bem resolvido com relação a isso porque eu gosto do gênero terror/horror então eu mais curto do que me assusto. Então vou comentar levando em conta o fator adrenalina que a obra te passa e como a história te prende até o final. Uzumaki obra de Ito-sensei, clássico dos clássicos, esse dispensa comentários de minha parte porque se eu fosse falar dele ia acabar escrevendo um texto enorme, mas merece tá no topo mas disparado. Cara quem gosta do gênero e não conhece as obras de Junji Ito procure conhecer porque vale muito a pena mesmo. Batlle Royale, esse se encaixa perfeitamente no quesito adrenalina que a história te passa a cada página e a cada ação dos personagens, esse é um que eu queria ter visto em animação apesar de que não seria bem visto por muitos pelo alto grau de viôlencia, mas a hístoria é muito boa. Pra não me alongar muito deixa me adiantar um pouco, Tomie horror presente em um ótimo nível na obra, Lovesick Dead assim como Tomie, obra de Ito-sensei muito boa de fato, Gyo ermm..é tio Ito tava meio doidão mesmo mas deixa quieto..huahuahua
Akazukin, no post dos personagens eu falei sobre a personagem, disse que achava ela bizarramente pertubadora e blábláblá..brinquei pelo fato dela ser doidona no pior sentido da palavra, mas agora vou falar muito mas muito sério sobre a "obra". Eu sabia que o mangá ia pintar aqui nessa lista (por isso vou comentar pela primeira vez sobre ele), porque quem tiver o desprazer de ler essa "obra" vai se sentir pertubado de um jeito ou de outro, falando da "obra" em si, eu tenho vontade de dar uma surra bem dada no seu Tamaoki Benkio e nos responsáveis por levar esse trabalho a frente. Sério mesmo, nunca senti tanto nojo e desprezo por algo como senti lendo esse mangá, e não é pelo fato da violência extrema ou do esperma rolando solto, é pelo fato de colocarem uma garotinha de 11 anos pra viver essas cenas. Preciso dizer que o responsável por isso além de ter uma mente de um infanticida tem a mente de um pedófilo?
Bom sobre as outras obras eu ainda não conheço, e pelo que vc falou sobre Higanbana, vou dar uma atenção pra ele porque eu sei que vc tem um bom faro pra boas obras.
É isso aí, acho que devo ter deixado alguma coisa passar ou pra escrever mas tudo bem..rsrs
E mais uma vez parabéns pelo belíssimo post.

T+

Roberta disse...

Waahh, você cometou muito bem Jhon e adorei isso; "Hoje em dia não consigo achar obras que realmente me assustem, na real sou bem resolvido com relação a isso porque eu gosto do gênero terror/horror então eu mais curto do que me assusto."
-Eu também penso assim, se eu já não me assusto com filmes, com mangás fica mais dificil. De qualquer maneira, como você disse, eu curto demais esse estilo.

E sobre Akazukin, Tamaoki Benkio merece uma sova mesmo, me senti muito desconfortavel quando quando ela se envolvia em situações sexuais. Tá certo que (SPOILLER), na verdade ela é bem mais velha, mas penso que isso não passou de uma desculpa para justificar colocar uma garotinha de 11 em relações sexuais. Mas enfim, é um mangá realmente pertubador, por mostrar tais coisas.

Fiquei fascinada com Junji Ito, conhecia bem pouco dele, mas procurando por outros mangas de sua autoria, tive a oportunidade de descobrir muita coisa legal sobre ele e suas obras.

Gyo,eu não deixo de pensar em como seria um filme desse mangá uhahuahuahuahuahua. Zuado demais.

GodTeacher disse...

aew onde da pra baixa o tokyo red hood? procurei mó tempão e n axei '-'
Nossa me admira sua paciência pra escrever isso e seus conhecimentos sobre animes o.O

GodTeacher disse...

ah deixa ja achei '-'

Jhon Almeida disse...

rsrs..é isso aí, temos que curtir mesmo. o/

Pois é,(SPOILER) essa "desculpa" de ser bem mais velha do que aparenta ser eu já vi em outros segmentos e nunca me enganou, vide algumas matérias e entrevistas que já vi de lá do Japão.
Cara muitos contos infantis que conhecemos hoje em dia, em suas versões originais são bem macabros (é crianças vcs não fazem idéia..huahuahua), talvez Benkio quis seguir essa linha, mas cá entre nós passou absurdamente dos limites.

Ah Ito-sensei é fera mesmo, as obras dele são muito boas mesmo, se eu soubesse que vc ia fazer uma lista de mangás eu teria recomendado alguns dele.

"Gyo,eu não deixo de pensar em como seria um filme desse mangá "
huahuahuahua..ri alto aqui, seria mega zuado isso sim.

Roberta disse...

Esses contos que foram imortalizados pela Disney, são em sua maioria bem sombrios. Já ouvi muito mimimi sobre isso, os que eu conheço que e posso afirmar que não é nada infatil é; A pequena Sereia, Chapeuzinho vermelho e Rampunzel.

Waahh...poiseh, mas passa a lista ainda, vai ver tem algum que eu não conheça e com certeza vou querer ler. Eu fiz uma lista com varios titulos e pra escolher 10 foi dificil. Também gosto muito desses:
-Voices In The Dark
-Dark Water
-GOTH
-Tasogare Otome x Amnesia (uma mistura de terror+ecchi+comedia+romance)
-Portus
-Boys Next Door
-Shiki
-Toda colêtania especial de contos do Ito

Você tem blog Jhon? Você escreve bem.

Jhon Almeida disse...

Nossa tem muito mais, e as vezes bem mais bizarros tipo João e Maria, Branca de Neve, Cinderela (cabuloso), Três Porquinhos, Bela Adormecida (que envolve estupro), O Flautista de Hamelin (que em uma de suas versões mais antigas tem referência a pedofilia brava) e por aí vai. Um dia te mando algumas matérias ou textos sobre eles.

Ah assim é sacanagem, vc acabou de citar ótimas obras, vai me botar no chinelo assim..huahuahua
Bem eu poderia citar algumas de outros autores, apesar de eu não ser especialista em mangás eu até que conheço um bocadinho de algumas obras desse gênero. Vou listar agora apenas várias do Ito além das que vc já citou, porque esse eu conheço bem (se vc quiser mando de outros também..rsrs).
-Hellstar Lemina
-Mimi's Ghost Stories (história muito abaixo do padrão de qualidade Ito, mas se explica pelo fato de não ser só autoria dele)
-Frankenstein (um remake que não me empolgou muito)
-The Story of the Mysterious Tunnel (excelente, embora tenha algo estranho as vezes)
-The Circus is Here (digamos bizarro, e o que é o forte de Ito que é originalidade)
-The Bully
-The Town Without Streets
-Hallucinations (muito bom)
-Blood-bubble Bushes
-Slug Girl (não me lembro bem desse então posso tá bem errado, mas se não me engano é bizarro tipo "doidão" como Gyo.hoho)
-Souichi's Diary of Curses (excelente, pra quem leu Voices In The Dark então..)
-Souichi's Diary of Delights (oh o Soichi aí de novo..hehe)
-The Face Burglar
-Flesh Coloured Horror (muito bom mesmo)
-Kakashi
Bom eu posso ter esquecido de uns ou outros, e não deu pra falar de cada um (e talvez até falei errado) porque tem um tempinho que eu li alguns, e também hoje é raramente encontrado na net,então desculpe se falei besteira.

Ah obrigado[modo envergonhado ON], tenho não. Vc que manja muito, sou apenas um simples admirador do trabalho de vcs.

T+

Roberta disse...

Ah legal, eu sou bem curiosa sobre esses contos, andei lendo uma HQ que homenageava os irmãos Grimm com varias releituras de seus principais contos. Mas foi uma homenagem bem fulera sabe, perdi meu tempo lendo aquilo.

Valeu pela listinha Jhon, desses ai que você citou, não cheguei á ler nenhum. Vou dar uma procurada depois, ja me interessei pelo The Circus is Here, só por ser bizarro como Gyo huahuauhaahu *adora coisas bizarras*
Nem falou besteira não, gostei mesmo. Meu hobbie numero 3 é procurar raridades pela web á fora, seja livros, albuns de música, filmes, animes...e agora mangás uhahuahuauha. Ultimamente tenho gostado muito de ler mangás underground, uma vez que sempre li mais os mangás mainstream. Acho que a única excessão foi Princess Miyu, que sempre foi um mangá bem obscuro aqui no Brasil.

Jhon Almeida disse...

Hehe, imagino algumas "homenagens" são bem tosquinhas mesmo.


O bizarro como Gyo que eu disse é Slug Girl (traduza o título que vc já tem uma idéia..huahuahua),pelo menos pelo pouco que eu me lembro dele, mas The Circus is Here chega a ser sinistro também. Eu posso ter errado na descrição de alguns porque eu não sou tão bom em lembrar sem ter esses livros na mão e poder ler e reler alguns quando quiser.
Humm Hobbie número 3 é? Agora só falta descobrir o número 1 e 2..huahuahuahua
Ah nem cheguei a ler Princess Miyu.

Roberta disse...

~) eu acabei confundindo, então é Slug Girl ~66
depois vou conferir o quão bizarro ele consegue ser uhauhauhaauhauha, se pelo menos eu puder achar divertido. A pior coisa que tem é algo ser extremamente bizarro e você não conseguir nem achar graça, não da nem vontade de continuar lendo.
Hobbie, eu também gosto de passar o tempo jogando (vicio), e também desenhar. Assistir animes nem considero mais como hobbie, já é algo fundamental do dia á dia kkkkkkkkkkk.

Anônimo disse...

bom trabalho moça

Anônimo disse...

Muito boa a lista
mas na minha humilde opinião faltou dois autores
ai: Shintaro Kago e Suehiro Maruo
esses fazem coisas bem bizarras

chamex :3 disse...

Já vi os animes de Hugirashi e Umineko, você recomenda os mangás? E o anime Ookami Kakushi, só vi gente falando mal, o que você acha dele?

Roberta Caroline disse...

O caso de Ookami kakushi é o mesmo de Umineko, o pessoal que fala mal, geralmente são os que conhecem as novels ou leram os mangás, então nem tem comparação, já que ficaram muitas coisas de fora. Eu te indico ver Ookami e tirar suas propias opniões, eu particularmente acho que ele é muito injustiçado, é um BOM anime e vale a pena assistir.

Quanto aos mangás de Higurashi e Umineko, eu ja leio á um tempo o de Umineko e recomendo, é otimo, bem melhor que o anime. Já o de Higurashi, eu comecei a leitura faz pouco tempo, mas pelo pouco que vi, vale a pena ler. É muito mais detalhado.

sergio disse...

pode colocar link aqui?
http://ndrangheta-br.blogspot.com/search/label/Girls#uds-search-results
ai em cima é uma hq chamada girls, a historia dessa hq me lembrou muito junji ito, uma pena que esses mangas não cheguem aqui no Brasil,adoro mangas de terror, ai na lista só faltou o drift classroom

Anônimo disse...

Não consigo fazer o Download pelo site que tu indicou roberta...

Roberta Caroline disse...

Parece que o site saiu do ar querido Anônimo, de qualquer forma eles ainda não tinha traduzido todo o mangá, eu vou indicar para uma pessoa que tem um scanlator de mangás sobrenaturais traduzir ^_^

Tuk-San disse...

fui tentar dar uma lida no Tokyo Akazukin, mas só conseguir ler até a pagina 15 do 1°capítulo...é tenso d+ 0.o

Roberta Caroline disse...

Uzumaki até onde eu sei, não tem na net em português, só comprando mesmo o mangá ou lendo me inglês. Akazukin o scan que tava fazendo a tradução fechou x.x O Jikai MORREU.
Battle Royale: http://site.avidown.net/index.php?option=com_sobi2&sobi2Task=sobi2Details&catid=49&sobi2Id=420&Itemid=87
Jisatsu Circle: http://generationanimes.blogspot.com/2010/06/jisatsu-circle.html

E o restante podem achar aqui:http://www.chrono.com.br/secao/downloads.html
Se não acharem, é porque só tem em inglês mesmo D:

Nintakun disse...

Post interessante. Junji Ito é o mestre do terror mesmo! Podia ter citado o Kazuo Umezu que é um dos principais fundadores do gênero (Com Drifting Classroom, Orochi, Fourteen e outros)

Roberta Caroline disse...

Verdade Nintakun, mas essas listas nunca ficam 100%, não importa como faça. Mas Kazuo Umezu tem presença garantida aqui no blog, inclusive to devendo há tempos um post sobre uma de suas obras.

junior disse...

roberta por favor de mais noticias do ova de gyo

junior disse...

jiatsu no circle otimo filme perfeito pessimo manga

junior disse...

roberta por favor de mais noticias do ova de gyo

Nintakun disse...

Post interessante. Junji Ito é o mestre do terror mesmo! Podia ter citado o Kazuo Umezu que é um dos principais fundadores do gênero (Com Drifting Classroom, Orochi, Fourteen e outros)

sergio disse...

pode colocar link aqui?
http://ndrangheta-br.blogspot.com/search/label/Girls#uds-search-results
ai em cima é uma hq chamada girls, a historia dessa hq me lembrou muito junji ito, uma pena que esses mangas não cheguem aqui no Brasil,adoro mangas de terror, ai na lista só faltou o drift classroom

Roberta Caroline disse...

O caso de Ookami kakushi é o mesmo de Umineko, o pessoal que fala mal, geralmente são os que conhecem as novels ou leram os mangás, então nem tem comparação, já que ficaram muitas coisas de fora. Eu te indico ver Ookami e tirar suas propias opniões, eu particularmente acho que ele é muito injustiçado, é um BOM anime e vale a pena assistir.

Quanto aos mangás de Higurashi e Umineko, eu ja leio á um tempo o de Umineko e recomendo, é otimo, bem melhor que o anime. Já o de Higurashi, eu comecei a leitura faz pouco tempo, mas pelo pouco que vi, vale a pena ler. É muito mais detalhado.

Roberta disse...

~) eu acabei confundindo, então é Slug Girl ~66
depois vou conferir o quão bizarro ele consegue ser uhauhauhaauhauha, se pelo menos eu puder achar divertido. A pior coisa que tem é algo ser extremamente bizarro e você não conseguir nem achar graça, não da nem vontade de continuar lendo.
Hobbie, eu também gosto de passar o tempo jogando (vicio), e também desenhar. Assistir animes nem considero mais como hobbie, já é algo fundamental do dia á dia kkkkkkkkkkk.

Jhon Almeida disse...

Nossa tem muito mais, e as vezes bem mais bizarros tipo João e Maria, Branca de Neve, Cinderela (cabuloso), Três Porquinhos, Bela Adormecida (que envolve estupro), O Flautista de Hamelin (que em uma de suas versões mais antigas tem referência a pedofilia brava) e por aí vai. Um dia te mando algumas matérias ou textos sobre eles.

Ah assim é sacanagem, vc acabou de citar ótimas obras, vai me botar no chinelo assim..huahuahua
Bem eu poderia citar algumas de outros autores, apesar de eu não ser especialista em mangás eu até que conheço um bocadinho de algumas obras desse gênero. Vou listar agora apenas várias do Ito além das que vc já citou, porque esse eu conheço bem (se vc quiser mando de outros também..rsrs).
-Hellstar Lemina
-Mimi's Ghost Stories (história muito abaixo do padrão de qualidade Ito, mas se explica pelo fato de não ser só autoria dele)
-Frankenstein (um remake que não me empolgou muito)
-The Story of the Mysterious Tunnel (excelente, embora tenha algo estranho as vezes)
-The Circus is Here (digamos bizarro, e o que é o forte de Ito que é originalidade)
-The Bully
-The Town Without Streets
-Hallucinations (muito bom)
-Blood-bubble Bushes
-Slug Girl (não me lembro bem desse então posso tá bem errado, mas se não me engano é bizarro tipo "doidão" como Gyo.hoho)
-Souichi's Diary of Curses (excelente, pra quem leu Voices In The Dark então..)
-Souichi's Diary of Delights (oh o Soichi aí de novo..hehe)
-The Face Burglar
-Flesh Coloured Horror (muito bom mesmo)
-Kakashi
Bom eu posso ter esquecido de uns ou outros, e não deu pra falar de cada um (e talvez até falei errado) porque tem um tempinho que eu li alguns, e também hoje é raramente encontrado na net,então desculpe se falei besteira.

Ah obrigado[modo envergonhado ON], tenho não. Vc que manja muito, sou apenas um simples admirador do trabalho de vcs.

T+

Roberta disse...

Esses contos que foram imortalizados pela Disney, são em sua maioria bem sombrios. Já ouvi muito mimimi sobre isso, os que eu conheço que e posso afirmar que não é nada infatil é; A pequena Sereia, Chapeuzinho vermelho e Rampunzel.

Waahh...poiseh, mas passa a lista ainda, vai ver tem algum que eu não conheça e com certeza vou querer ler. Eu fiz uma lista com varios titulos e pra escolher 10 foi dificil. Também gosto muito desses:
-Voices In The Dark
-Dark Water
-GOTH
-Tasogare Otome x Amnesia (uma mistura de terror+ecchi+comedia+romance)
-Portus
-Boys Next Door
-Shiki
-Toda colêtania especial de contos do Ito

Você tem blog Jhon? Você escreve bem.

GodTeacher disse...

ah deixa ja achei '-'

Jhon Almeida disse...

Hoho, fala sério Roberta, assim vou ficando sem palavras pra elogiar os posts de vcs aqui. Mal me recupero do brilhante post dos personagens, e 1 semana depois vc já manda dos mangás, só tenho que dizer uma palavra, S E N S A C I O N A L!!! Bom vamos aos cometários:
Hoje em dia não consigo achar obras que realmente me assustem, na real sou bem resolvido com relação a isso porque eu gosto do gênero terror/horror então eu mais curto do que me assusto. Então vou comentar levando em conta o fator adrenalina que a obra te passa e como a história te prende até o final. Uzumaki obra de Ito-sensei, clássico dos clássicos, esse dispensa comentários de minha parte porque se eu fosse falar dele ia acabar escrevendo um texto enorme, mas merece tá no topo mas disparado. Cara quem gosta do gênero e não conhece as obras de Junji Ito procure conhecer porque vale muito a pena mesmo. Batlle Royale, esse se encaixa perfeitamente no quesito adrenalina que a história te passa a cada página e a cada ação dos personagens, esse é um que eu queria ter visto em animação apesar de que não seria bem visto por muitos pelo alto grau de viôlencia, mas a hístoria é muito boa. Pra não me alongar muito deixa me adiantar um pouco, Tomie horror presente em um ótimo nível na obra, Lovesick Dead assim como Tomie, obra de Ito-sensei muito boa de fato, Gyo ermm..é tio Ito tava meio doidão mesmo mas deixa quieto..huahuahua
Akazukin, no post dos personagens eu falei sobre a personagem, disse que achava ela bizarramente pertubadora e blábláblá..brinquei pelo fato dela ser doidona no pior sentido da palavra, mas agora vou falar muito mas muito sério sobre a "obra". Eu sabia que o mangá ia pintar aqui nessa lista (por isso vou comentar pela primeira vez sobre ele), porque quem tiver o desprazer de ler essa "obra" vai se sentir pertubado de um jeito ou de outro, falando da "obra" em si, eu tenho vontade de dar uma surra bem dada no seu Tamaoki Benkio e nos responsáveis por levar esse trabalho a frente. Sério mesmo, nunca senti tanto nojo e desprezo por algo como senti lendo esse mangá, e não é pelo fato da violência extrema ou do esperma rolando solto, é pelo fato de colocarem uma garotinha de 11 anos pra viver essas cenas. Preciso dizer que o responsável por isso além de ter uma mente de um infanticida tem a mente de um pedófilo?
Bom sobre as outras obras eu ainda não conheço, e pelo que vc falou sobre Higanbana, vou dar uma atenção pra ele porque eu sei que vc tem um bom faro pra boas obras.
É isso aí, acho que devo ter deixado alguma coisa passar ou pra escrever mas tudo bem..rsrs
E mais uma vez parabéns pelo belíssimo post.

T+

Wellington disse...

mas serio,to com um puta medo da akazukin,deus do ceu quem é nao seria a melhor questao mas, o que é essa menina,cara ela uma versao totalmente distorcida de tudo q eu ja vi deos me levre D=,esse ai é muito TENSO

Takuto disse...

Pessoal eu achei um Link de leitura Online de Uzumaki http://centraldemangas.com.br/online/Uzumaki/001

Takuto disse...

Pessoal eu achei um Link de leitura Online de Uzumaki http://centraldemangas.com.br/online/Uzumaki/001

Anônimo disse...

Olá, alguem pode postar o link de algum site em q se possa baixar ou ler online o manga Tokyo Akazukin? não estou encontrando e fiquei interessado nesse ai u.ú
Muito bom post ! como varios outros aki no site

junior disse...

que legal os post aqui estao espelhados os do ceomeço se repeten no final

Accelerator disse...

Meu deus como existe mangas estranhos no mundo , nossa eu não consigo imaginar como é o autor do manga que ganhou o segundo lugar, (eu não lembro o nome ,e não quero olhar o post de novo aquela foto me deu uma repulsa enorme,eu tive até problemas pra jantar depois que eu li seu post) é melhor eu não dizer nada que ofenda quem gosta desse tipo de manga ja que eu não quero ofender ninguem, mas eu não gosto desse tipo de histórias ,eu meio que fico traumatisado e não conssigo esquecer certas imagens repulsivas elas tipo não saem da minha cabeça por isso eu não chego perto desse tipo de obra .( eu ainda não sei a rasão de eu ter lido esse rank)
Talves eu recomende a um amigo meu , ele gosto muito de Uzumaki(o estranho é que eu não achei uzumaki tão horrivel tipo quando eu penso em Uzumaki eu fico com um pouco de medo e acho legal algumas partes,não fico com um enorme nojo nem tanto medo, mas essa Akazurin nossa meu deus sai da minha memoria sua menina do capeta, mas eu não vi Uzumaki inteiro talves seja por isso eu só vi o começo e o final perdi bastante da história), mas o manga que ganho o segundo lugar é muito sinistro tipo a mina quer ser devorado por lobos(ou o lobo eu não sei ao certo) e faz sexo com velhos pervertidos , eu não posso comentar os outros ja que eu estou nesse momento tentando apagar da minha mémoria as imagens ai em cima e tudo que eu li sobre eles ,só não consigo esquecer a Akazurin(se alguem esquece ela facil deve ser uma pessoa incrivel) e a imagem do manga que a garota é estuprada pelo professor(odeio estupros por isso eu não consigo esquecer esse manga,como eu disse eu fico com trauma e a maldita imegam não sai da minha cabeça ,maldita mente se eu pudesse controlar totalmente a minha memoria...)bem é so isso que eu queria dizer ,vou mostrar para o meu amigo esse seu rank diferente de mim ele pode gostar ,mas se ele não gostar vai ser legal do mesmo jeito eu vou poder trolar ele fasendo ele olhar o seu rank dos horrores ^^
E Roberta ,vc leu todos esses mangas ?Nossa eu tenho inveja da sua resistencia psicologica , vc viu alguma guerra ou algo assim haha ,só brincadeira não se ofenda ,as veses eu acabo ofendendo as pessoas sem intenção

Anônimo disse...

Diz aé se Akazukin é um tanto doidaço?
Cara, não li todos mas os 2 primeiros... PELOAMORDAPEDRA!
Uzumaki é muito massa mesmo, chego a olhar pra trás pra ter certeza que estou sozinho... kkk...
Mas Akazukin? Nem sei o que falo... é muito...
muito... sei lá... inquietante? pertubador? sei lá... caraca... não é à toa que estaria em segundo.

Night disse...

Bom post, me digam, tem algum scanlator traduzindo a Akazukin? eu li em inglês mas to afim de ver em pt-br tb =|

Roberta Caroline disse...

@Night
Até onde eu sei,o sub que estava traduzindo o mangá, fechou as portas e desde então, ninguém pegou pra fazer. Será maldição? XD

Anônimo disse...

Gyo é dorgas manolo mesmo KKKK
Junji Ito tem talento pra criar bizarrices, karalho mano, nunca li mangás tão estranhos quanto os mangás dele...

Anônimo disse...

Tokyo Akazukin muito bom,seria legal ter um anime.
T-T
adorei os post.

Anônimo disse...

ja terminaram tokyo akazukin em portugues
joguem no google: 'No Need For Another Scan'(é esse mesmo o nome do scan D: )
primeiro link, entao é procurar nos projetos dos caras
-_-

Postar um comentário

Os comentários deste blog são moderados, então pode demorar alguns minutos até serem aprovados. Deixe seu comentário, ele é um importante feedback.