terça-feira, 30 de agosto de 2016

Projeto de Crowdfunding vai Auxiliar custo de Vida Caro em Tokyo para Animadores

Um projeto de crowdfunding japonês que visa custear alojamentos para animadores iniciantes alcançou a meta de 1.500.000 ienes (US$ 14.963) na última semana, chegando a 1,621,000 ienes com o apoio de 112 apoiadores, faltando 51 dias para o fim do tempo estipulado. Devido ao sucesso, eles agora eles agora tem a expectativa de levantar 2,500,000 ienes para cobrir os custos adicionais. O projeto é uma resposta ao salário baixo dos animadores e o problema que enfrentam quando eles começam na indústria em Tóquio.

sábado, 27 de agosto de 2016

Colaboração do Estúdio Trigger com Cartoon e Curta da Trigger-Chan

A criadora da série de animação americana do Cartoon Network, Steve Universe, anunciou a colaboração com o estúdio japonês Trigger (Kill la Kill, Uchuu Patrol Luluco), onde o animador do Takafumi Hori, membro do estúdio, trabalhou na parte criativa último episódio do cartoon que estreou nesta quinta-feira (episódio 108, chamado Mindful Education). Ele trabalhou em parceria com Colin Howard e Jeff Liu. 

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Ghibli responde Fã que Não Entendeu A Viagem de Chihiro

Lançado há quinze anos, o ganhador do Óscar de Animação A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi/Spirited Away, 2001) tornou-se o filme mais popular do Studio Ghibli, é um filme que ainda hoje promove debates e discussões tanto na base de fãs de animação quanto de profissionais – parte disto se deve à quantidade de metáforas (muitas delas pouco compreensíveis ao grande publico, e em especial aos de outra cultura) e subtextos presentes na obra de Hayao Miyazaki

domingo, 14 de agosto de 2016

NieA_7 e o Preconceito dos Japoneses Contra Estrangeiros – Original X Adaptação

Minha vida meio que anda uma loucura, já faz um bom tempo, então tempo tem sido algo a se valorizar. Ler e assistir em dispositivos móveis se trata de uma realidade na nossa sociedade contemporânea. Todo mundo faz isso. Durante uma espera numa fila ou num ponto, no translado de um ônibus, nos intervalos, etc e etc. 

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Masao Maruyama, fundador do Madhouse, manda mensagem aos fãs

Masao Maruyama é, ao lado de Toshio Suzuki do Ghibli, o produtor de animes mais conhecido entre fãs ocidentais, e isso muito se deve a sua simpatia e a despreocupação em não ser ecônomo nas palavras durante entrevistas e eventos – além de serem figuras relativamente super acessíveis (menos a você, que é um otaku POBRE marginalizado por sua cor, gênero e classe social que está trocando a janta pelo almoço). Enfim, aqui no ELBR tem uma entrevista com esse velhinho super simpático que vocês precisam conhecer mais, fundador do lendário estúdio Madhouse ao lado de outras figurinhas celebres da indústria e atual presidente e fundador do estúdio MAPPA (Sakamichi no Apollo).

sábado, 6 de agosto de 2016

Enciclopédias de Animes. Você sabe onde buscar?

Houve um tempo em que era muito difícil conseguir informações sobre seu anime preferido, pense então em informações técnicas, tais como o nome dos indivíduos da staff e sua função molecular que trabalharam para tornar possível que seu anime ganhasse movimentos reais. 

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Pocket #38: A Mais Pedida de Wolf's Rain

Eu estava bem de boas, procrastinando como sempre, zapeando pelo youtube, e ao procurar por uma versão ao vivo de Stray – interpretada por Steve Conte e composta por Yoko Kanno e Tim Jensen para o sensacional anime Wolf’s Rain –, me deparei com um cover... e enlouqueci!

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Knights of Sidonia

Saudações do Crítico Nippon!


Knights of Sidonia, ou Sidonia no Kishi, é absolutamente impressionante. Leva-se quase uma temporada inteira para começar a se acostumar com sua animação, cores e fotografia. E mesmo até o final da segunda, as batalhas continuam de tirar o fôlego graças ao CG empregado em praticamente todo anime. Adaptado do mangá de Tsutomo Hiei pelo estúdio Polygon Pictures, é uma obra para se sentir. A trama não é das melhores e há clichês por todo o lado, mas trata-se de uma experiência sensorial fascinante e memorável. Tenho certeza que foi assim que todos se sentiram no lançamento do primeiro filme de Final Fantasy: The Spirits Within, ou mesmo o Advent Children.

(segue o ótimo texto da Beta Roberta AQUI)