domingo, 6 de setembro de 2015

Pocket #27: (+18) Sexo nos mangás.


“Nat: Hoje é dia 6 de setembro, 06/09, 69, pegaram a dica? Pois é, o mundo gosta de inventar dia para TUDO, e como a grande maioria das pessoas saudáveis desse planeta, fazem sexo, então inventaram um dia para ele também!”
Para começar a 'conversa' usei a introdução do meu post do ano passado onde eu e minha amante COFF COFF chefe Beta fizemos um Top 10 mangás Hentais que gostamos, porque novamente é dia do sexo e eu quis falar de novo sobre o tema, dessa vez, para falar de mangás NÃO-hentais que possuem cenas de sexo.

O intuito inicial era fazer um novo Top 10 mangás... mas quando fui parar para pensar... acho que eu não conseguiria escolher só 10 mangás -_-'... pelo simples fato que tem MUITO mangá Não-Hentai que tem sexo... Yaoi/Yuri mesmo são exemplos disso... eles não se enquadram no que nós do ocidente consideramos Hentai e 90% deles tem Sexo.
Kuroneko Kareshi no Asobikata (Yaoi)

Pornografia é algo definido como qualquer expressão humana que desperta pensamentos sexuais. Sendo o Hentai a "pornografia" dos animes/mangás, eles são completamente direcionados à causar excitação sexual no espectador/leitor. Se pensar assim, os Yaois e Yuri que são desenhados com expressões eróticas e posições sensuais dos personagens, cumprem bem esse papel, mas por que não são pornografia? Provavelmente porque tem uma história por trás. Os Hentai vão direto ao ponto, que é mostrar o ato em si, cru, sem maiores delongas, com todos os fluidos e fetiches possíveis, enquanto que em outros mangas para o sexo acontecer é necessário que os personagens se desenvolvam juntos até que o desejo chegue até eles.

Domestic no Kanojo (Shounen)

Saindo dos mangás "homo-afetivos", existem muitos mangás das demografias mais "comuns" que possuem cenas de sexo, muitas vezes implícito, partes íntimas não são mostradas e a nudez é apenas parcial, mas você entende pela situação que a relação sexual aconteceu, e ela não é usado para o prazer do publico leitor, ele é uma evolução do próprio plot. 

Black Bird (Publicado pela Panini) (Shoujo)

O ato em si pode representar “união”, onde aquele tal casal comprova mais uma vez o quanto eles se amam e o quanto querem estar juntos, onde eles podem finalmente se tornar um, eu não digo que isso é exclusivo para “Shoujos e Joseis” afinal, acho que vocês estão cansados de saber que isso não é um gênero, e sim uma demografia... mas claro, o publico feminino é um grande comprador desse conteúdo (Eu sou...) então no fim é mais comum esse tipo de obra ser feito para nós, mas mangas Shounens e Seinens também tem suas cenas. Na realidade, de certa forma me faz pensar que mangás Shounens não possuem muitas cenas sexos, eles focam bem mais no erotismo, os famosos Ecchis, enquanto a muitos mangás Shoujos que são Smuts.

Midnight Secretary (Josei)

O erotismo é o estímulo sexual sem apresentar o sexo em forma explícita, que é o que diferencia de pornografia. Para o Ecchi são as Pantsu-Shots, os seios balançando na corrida, as roupas íntimas bem desenhadas, as expressões ambíguas e as vários situações que faz o protagonista cair de cara no corpo da garota, mas sexo é muito difícil de desenvolver, só o fato do protagonista ESCOLHER uma mina do harém pra ficar já é difícil de ver. O smut lida com séries que são consideradas profanas ou ofensivas, especialmente com relação ao conteúdo sexual, muitas vezes com uma pegada mais agressiva e sensualizada do sexo, muita gente não conhece o smut mas ele é bastante recorrente em mangás shoujos e jouseis, é o "pornô feminino" porque tem o romance, tem o desenvolvimento, os traços são delicados e sensuais e a situação é envolvente e emotiva. Em geral, o erotismo se diverge para mangás para homens e mulheres, pelo que eu li até hoje, mangás masculinos prezam mais para a imaginação do leitor, ele dá a situação libertina apenas superficial sem maiores exposições (nem sempre... Prison School e muitos outros tão ai pra isso né...), e o resto fica em cargo do leitor. Já para Mulheres o erotismo é usado para o ápice do romantismo, a progressão da relação, e concepção mais "artística" da situação, "sexy sem ser vulgar".

Hare-kon (Seinen)

O sentido do sexo não é apenas mais um "level up" dentro do relacionamento dos protagonistas, o sexo pode ser usado de diversas formas dentro do plot, afinal, mangás com rape existem (infelizmente...), os personagens não precisam estar namorando para transarem, e o significado depende do contexto da história, pode ser liberdade, amadurecimento, desabafo, desespero, rebeldia, necessidade. No fim, o sexo nos mangás tem o mesmo propósito que na vida real... não é especial, é apenas algo normal de se acontecer quando se quer fazer uma situação mais próxima ao nosso cotidiano.

*-*-*

Well, na verdade eu lembrei ONTEM que HOJE era dia 06/09... e no fim e não planejei esse texto, não sei se devia ter postado... mas postei mesmo assim xD~, um dia eu faço um TOP mangás Shoujos Smuts que eu gosto =P... hahahahahaha. Bye bye!!

Kyou Koi wo Hajimemasu (Shoujo)